Por que usar Linux nos dias atuais?

imagem que retrata diferente versões do linux

Por que usar linux nos dias atuais?

Se perguntarmos a um usuário comum (quando digo comum, me refiro a pessoas que possuem conhecimentos básicos sobre TI) se ela usa Linux, provavelmente a sua resposta será um NÃO. E se eu te disser que essa resposta pode estar errada?

Pois é, a maioria das pessoas usa e não faz ideia que usa. Vamos pegar como exemplo, você possui um celular com sistema Android? Se sim, você está usando uma distribuição Linux. Ou até mesmo, você assina (ou usa) serviços online? (Ex: Netflix, Google, Facebook, etc). Então, indiretamente, você está utilizando algo que está rodando no Linux, pois a maioria dos servidores dessas empresas (e da grande maioria) utiliza Linux como sistema operacional em seus servidores.

Dada a essa introdução básica, e agora que você sabe que indiretamente ou diretamente utiliza Linux, vamos as vantagens de por que usar Linux nos dias atuais.

Segurança

Então, pode não parecer, mas uma distribuição Linux, em sua grande maioria, é muito mais seguro que um Windows. O motivo é simples, Windows possui um grande número de usuários em suas distribuições para usuário final, sendo assim mais viável para a construção de malwares e vírus para roubarem os dados, pois atingirão um maior número de pessoas.

Há, mas então não existe vírus para Linux? Claro que existem (eu nunca vi), mas em uma escala bem menor, a maioria das ameaças para Linux são voltadas para os servidores, que novamente, são pensados de maneira a serem eficientes e com uma segurança altissíma. Como os sistemas Linux são em código aberto, ou seja, temos acesso ao código fonte de como o sistema foi escrito, quando uma falha de segurança aparece, vários membros da comunidade, provavelmente, já estarão trabalhando (se não existir já uma atualização para corrigir) em algo para consertar essa falta.

Desempenho e estabilidade:

Muitos usuários reclamam que seu computador está lento, que demora para abrir aplicativos, e por ai vai. Com o Linux, nossa gama de escolhas por sistemas operacionais é gigante, ou seja, se temos o computador um pouco mais fraco ou antigo, podemos muito bem escolher uma distribuição com menor recursos gráficos e focada em desempenho, feita especialmente para esses computadores. Caso nosso computador seja melhor, podemos escolher uma distro mais “parruda”, mas que mesmo assim não irá forçar muito o computador.

As distribuições Linux são, em sua grande maioria, feita por usuários que utilizam o sistema, então sempre haverá melhorias para remover ou adicionar funções que melhoram o desempenho do SO perante ao hardware que ele está rodando. E claro, uma consequência boa de ter muitas pessoas que usam o sistema corrigindo bugs e pensando em melhorias, se obtêm muito mais estabilidade, pois provavelmente não será alterado algo que já está bom.

Variedade:

Ah, mas eu não gosto do GNOME, ou do Unity. Tudo bem, basta escolher outro ambiente gráfico, como por exemplo o Cinnamon. Mas eu queria ter um sistema que nem tivesse ambiente gráfico! Ok, você consegue fazer tudo por terminal, sem problema algum. Mas e se eu quiser trocar essas cores, os icones, a animação, como é organizado e blábláblá, será que consigo? Sim, consegue, praticamente você consegue fazer tudo o que deseja com um sistema Linux, e para facilitar isso o Linux é subdivido em distribuições. As mais famosas e mais usuais são o Ubuntu, Debian, Fedora, Linux Mint (e por ai vai), ou seja, você pode escolher a que melhor se adapta ao seu uso e a sua maneira de trabalhar/estudar/navegar na internet/jogar. Com o Linux temos possibilidades gigantes de personalização para modo de uso.

Sem custo adicional:

Exatamente o que você leu, para usar, por exemplo, o Linux Mint com ambiente gráfico XFCE, você não precisará comprar uma licença, basta ir no site, baixar a ISO, colocar em um pendrive e instalar no PC e pronto, já pode utilizar sem custo adicional. Isso acontece pois o Linux como um todo é um software livre e a maioria das distribuições são grátis. Claro, existem distribuições que são pensadas por profissionais e é necessário pagar para utilizar, mas na maioria esmagadora, isso não é necessário. Então, se você estiver pensando em montar um computador, pode excluir o gasto com licença de sistema operacional, licença do Office e de mais alguns aplicativos, pois em quase todos os casos, existe uma versão em código aberto e grátis que faz a mesma função de um aplicativo pago (claro, com suas particularidades).

Conclusão

Ah, mas Mateus, e se eu quiser jogar, me falaram que o Linux não roda jogos. Baboseira, a maioria dos jogos atuais já são programados para rodar NATIVAMENTE no Linux, sem a necessidade de emuladores. CS:GO é um exemplo disso. Ah, mas eu quero usar o Office, sem problemas, você tem a disponibilidade o OpenOffice, LibreOffice e por ai vai..

Linux está se tornando cada vez mais fácil de ser utilizado por usuários iniciais. E cada vez mais está ganhando espaço em computadores pessoais, pois em servidores sua dominância é gigantesca. Você está esperando o que para instalar no seu computador e sair usando? Vai lá, não irá se arrepender e aposto, não desejará mais utilizar outro SO a não ser Linux.

Então, respondi a pergunta de por que usar Linux nos dias atuais?

E se você estiver interessado em participar de eventos que falam sobre Software Livre, não deixe de dar uma olhada no FOSSDay, que estará sendo realizado aqui no Rio Grande do Sul, nesse sábado, dia 28/09/19 e que acontece todos os anos, em duas datas.

//see you later

Comentários

Patrocínio

Apoio